Equipe

Dra. Andréa Arruda Vaz

Advogada, sócia fundadora e administradora do escritório, escritora e pesquisadora.

OAB/PR - 52.077

Graduada em Direito pela Faculdade Dom Bosco.

Mestre em Direito pelo Centro Universitário do Brasil – UniBrasil, turma 2013.

Atualmente é doutoranda em Direito pelo Centro Universitário do Brasil - UniBrasil. 

Currículo Lattes
Dra. Emanuelle Liliane de Azevedo

Advogada e Supervisora Geral

OAB/PR - 81.604

Graduada em Direito pelo Centro Universitário e Faculdade Araucária - UNIFACEAR.

Possui curso de formação em Prática de Direito e Processo Criminal pelo IEMAP.

Dr. Luiz Vinicius Colpani

Advogado

OAB/PR - 108.210

Dr, Lineu Ayres Guimarães Júnior

Advogado

OAB/PR - 113.327

Graduado em Direito pelo Centro Universitário e Faculdade Araucária - FACEAR.

Dr. Rafael Fernando Augusti

Advogado

OAB/PR - 110.266

Graduado em Direito pelo Centro Universitário Curitiba - UNICURITIBA.

Pós-graduando em Direito Penal pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR.

Jéssica Nayara Moraes de Oliveira

Assistente

Graduada em Direito pelo Centro Universitário e Faculdade Araucária - FACEAR.

 

 

Franciele Ocraska

Assistente

Graduada em Direito pelo Centro Universitário e Faculdade Araucária - UNIFACEAR em 2018.

 

 

Aurora Pereira da Silva

Assistente

Graduanda em Direito pelo Centro Universitário do Paraná - UNIFAESP.

 

Angieli Bonifácio dos Santos

Assistente 

Graduanda em Direito pelo Centro Universitário do Paraná - UNIFAESP.

 

Maria Izabel da Silva

Assistente

Graduanda em Direito pelo Centro Universitário Internacional - UNINTER

Possui curso de formação em Administração pela SPEED Treinamentos, Curso de Preparo para o Primeiro Emprego pela FAS e Curso de LGPD no Direito do Trabalho pela ESA OAB/RJ.

 

 

Neuza Ribeiro

Conservadoria

Elen Marins

Recursos Humanos e Suporte Estratégico

Lua Vaz

Promotora de Energia Infinita

Lua foi recolhida pela protetora Greyce de Lima. Lua fora adotada para a prática de zoofilia. Resgatada, ganhou um lar temporário com a Greyce e esta fazia uma campanha de castração para a doguinha na internet. Andréa ajudou com a castração e após a recuperação, Greyce, num ato nada pretencioso, pois conhece Andréa e seus cuidados com bichos, no dia 02 de maio de 2021, levou a Lua ao escritório para que se conhecessem!!

Lua nunca mais voltou ao lar temporário e foi adotada, ganhou um lar e uma vida muito mansa!

Lua nasceu, em média, em outubro de 2020 e chegou ao clã Andréa Vaz, aos 7 meses, com o espírito da destruição, que nunca pode ser desligado!!

Mel Vaz

In memorian

Mel foi uma cachorrinha pinscher fora do comum, que em vez de morder as pessoas, sempre estava tentando ganhar um petisco, fazendo um drama canino na cozinha ou virando os lixos das mesas aqui no escritório.

A pequena Mel foi regatada pela ONG Amigo Bicho, porque sofria agressões dos antigos tutores e a Dra. Andréa Arruda Vaz, no dia 10 de outubro de 2011, teve a atitude de adotar a pequena pinscher!

Com petiscos, carinhos e caminhadas a confiança desse pequeno animal foi resgatada com sucesso!

Andréa resgatou a Mel de um abrigo, mas na verdade Mel foi quem resgatou Andréa de um tempo difícil.

Mel por longos anos, foi atendida e tratada de um tumor no basso, que em um triste e inesperado pós cirúrgico, faleceu no dia 15 de março de 2021, "numa das piores manhãs da minha vida! Pois eu nunca estive preparada para perder a Mel. Mel foi a maior companhia de todos os tempos em minha vida! íamos juntas pro escritório, passeios, viagens, hoteis, barcos, .... tudo era em companhia da Mel.
Por isso naquela manhã do dia 15 de março eu confesso que parte de mim também se foi, tanto que por muito tempo eu sequer consegui falar ou escrever sobre!! A saudade é imensa e eterna!"

Bia Vaz

In memorian

Em determinado dia do início de março de 2017, a amiga Roberta Fixel marca Andréa em um post do facebook, que basicamente buscava um lar para uma gigante, idosa e maltratada. Roberta insiste até que convence Andréa a levar a Melzinha para conhecer Bia e tentar uma aproximação. A visita passava pela protetora Greyce, um anjo humano, que levou Andréa até o cativeiro onde Bia estava presa. Sim, uma casa em Colombo, com pessoas que odiavam cachorro! Era a saga do filho que compra um animal e com o casamento, abandona para os pais cuidarem!! Quando Andréa chegou na casa em que Bia estava, no dia 08 de março de 2017, após o lançamento de seu livro no TRT9, foi atendida por um Senhor que logo despistou, disse que era para ela voltar outro dia, pois estava quase noite e a cadela era agressiva e perigosa, pois isso não a soltava! Andréa insiste para ver e aquele Senhor então a leva para um pequeno cativeiro, cujo tamanho não era suficiente para Bia ficar em 4 patas, e quando tentava sentar, as orelhas encostavam em um eternit no baixíssimo e precário teto formado por um pedaço de eternit com, algumas pedras que a seguravam pelo lado de fora. Quando ele abriu uma pequena fresta na casinha, Bia estava com orelhas sangrando, encolhida, cabeça baixa, e quando ergueu a cabeça, o olhar gritava por socorro! Sem falar que ela passava a escassos restos de comida e as necessidades eram feitas ali mesmo naquela lama em que se encontrava, sem condições até mesmo de se mexer. Andréa passa a mão na cabeça dela e ela com o olhar clama por socorro! Andréa diz que levará a cadela, questionando sobre banho e vacinas (oito anos sem). Ao sair da casinha, sob a ameaça do Senhor que caso Andréa fosse mordida não poderia se responsabilizar, Bia logo caiu aos seus pés e o rabinho fraco tentava bater. "Naquele momento, peguei a Bia e coloquei na carroceria da caminhonete e fui diretamente para o antigo escritório, aonde passei a noite com ela ali. Eu fui tão tocada por aquele olhar e pedido de socorro, que se nada fizesse nunca mais teria paz ao pensar no tipo de ser humano que eu seria! Aquele pedido de socorro cortou meu coração ao ponto de eu voltar chorando de Colombo até Curitiba, pelo estado que aquele animal tão dócil estava, fraco, sujo, desnutrido, maltratado e abandonado para morrer a própria sorte, naquele cativeiro imundo, bia trasnformou minha vida também e me comoveu profundamente!!!". Bia andava com muita dificuldade e com displasia evidente na parte traseira. Bia tinha muito medo do ser humano e claro, de perder aquele pátio que pode dormir desde a primeira noite, de forma livre. Bia passou quase um ano para entrar em sua casinha e quase dois anos para ingressar dentro do escritório ou da casa. Bia passou a confiar cegamente em Andréa e formaram uma parceria de vida!! Bia foi feliz, viveu intensamente, teve uma piometra, foi operada e desde sempre cuidada na Arca de Noé, com os melhores cuidados!! Bia se transformou no mais lindo urso que já se viu!!! Bia era feliz demais, e com o tempo passava os dias dormindo lindamente em seu belo e fofinho puff na sala da casa de Andréa ou no seu puff no escritório. Bia chegou com dez anos e viveu um pouco mais de cinco anos com Andréa, os melhores cinco anos da vida da Bia e não se furtem, ela mudou minha vida e por esses anos foi uma das mais presentes e intensas companhias, juntamente com a Melzinha. Infelizmente, Bia faleceu no dia 23 de dezembro de 2021, após lutar bravamente com todas as enfermidades de um cão idoso e já em admirável idade para a raça dela, uma akita, cuja expectativa de vida é de 10 a 12 anos, Bia, viveu quase 16 anos!! Bia faleceu acolhida, atendida e nos deixou dores profundas pela sua tão maginífica presença! Era o ursão do escritório, era o ursão da Andréa, que a apelidou de Bia, Bibia, Biancão, Bibiano!! "Tenho certeza que Bia está linda e em paz no céu, pois foi um anjo lindo em nossas vidas! Uma grande dor fora não nos encontrarmos antes, nossa linda e eterna mascote"!

Saudades imensas Ursão!